, , ,

Como escrever postagens mais limpas e que carregam mais rápidamente

3 comentários

Comparando os Resultados: seu blog está mais rápido?Otimizando os Widgets para tornar seu blog mais RápidoComo escrever postagens mais limpas e que carregam mais rápidoOtimizando as Imagens do seu Blog10 dicas para Otimizar o Código do seu BlogO que fazer para tornar seu blog mais rápido?A Importância da Rapidez num Blog

Agora que você já otimizou seu template e suas imagens é hora de tornar suas postagens mais limpas, adquirindo alguns hábitos e tomando alguns cuidados que farão com que suas postagens sejam carregadas e indexadas mais rapidamente.

Não exagere na formatação
Formatações simples geram menos código e mantêm a unidade do blog. Se tiver que usar formatações mais elaboradas, crie classes CSS no seu template e as use. Veja a quantidade de código que é gerada pelas formatações excessivas:

Resultado

Código

Composto por template, imagens e postagens. <strong><em><u>Composto por template, imagens e postagens.</u></em></strong>
Composto por template, imagens e postagens. <strong>Composto por template, imagens e postagens.</strong>

Formatações em grupo
Formatar palavras individualmente gera muitas tags no código HTML da postagem. Formatar em grupo geralmente produz o mesmo resultado. Veja o exemplo:

Resultado

Código

Composto por template, imagens e postagens. Composto por <strong>template</strong>, <strong>imagens</strong> e <strong>postagens</strong>.
Composto por template, imagens e postagens. Composto por <strong>template, imagens e postagens.</strong>

Remova os espaços e linhas em branco, Defina altura e largura para imagens e Abrevie o código
Como vistos na Parte 3.

Não use tabelas 
O não-uso de tabelas é o que chamamos de Tableless, e é uma prática muito comum hoje em dia. Porém, os editores de postagens (como o Windows Live Writer) ainda oferecem o recurso para inserir tabelas. As tabelas geram muito código e podem provocar problemas de posicionamento em alguns navegadores.

Não use Flash
A não ser que você seja experiente em Adobe Flash e consiga criar arquivos leves, evite o uso em suas postagens. YouTube, Slideshows e vários outros widgets também são feitos em Flash e pesam na hora do carregamento. Cabe a você determinar se esse conteúdo é relevante o suficiente para colocá-lo, na hora de postar.

Na próxima etapa – a penúltima parte do curso –, vamos aprender a otimizar os widgets do seu blog. Ir para a Parte 6 >>